Arquivo da categoria: …do poder

acima da lei

– O senhor está mesmo afirmando que um presidente pode fazer algo ilegal?

– Estou afirmando que quando um presidente faz algo assim, não é ilegal!

– … Desculpa?

(Frost e Nixon, interpretação de Michael Sheen e Frank Langella)

.

Frost/Nixon, 2008

direção: Ron Howard

Anúncios

o que o dinheiro não paga

“É isso que nos faz fortes. A gente rica vem e morre. E seus filhos não prestam. Também acabam morrendo. Mas nós continuamos. Nós somos o povo que que vive. Eles não podem nos vencer. Continuaremos para sempre, porque nós somos o povo”

(Ma Joad, interpretação de Jane Darwell)

 

Vinhas da Ira, 1940

direção: John Ford

é proibido proibir

“Paralelamente os militares proibiram cabelos compridos, mini-saia, Sófocles, Tolstoi, Eurípedes, greves, Aristófanes, Ionesco, Sartre, Albee, Pinter, liberdade de imprensa, sociologia, Beckett, Dostoievsky, a música moderna, a música popular, a matemática moderna e a letra Z, que significa, em grego antigo, ‘Ele está vivo'”

 

Z, 1969

direção: Constantin Costa-Gavras

brasília é logo ali

– Aquele Johnnie é um detetive esperto. Você sabe o quanto?

– Quanto?

– Ele me disse uma vez que podia encontrar um homem honesto em Washington.

(Lula Fortune e Sailor Ripley, interpretação de Laura Dern e Nicolas Cage)

 

Coração Selvagem, 1990

direção: David Lynch

armas solidárias

“Esta é a natureza da guerra. Ao proteger os outros, você salva a si próprio”

(Kambei Shimada, interpretação de Takashi Shimura)

 

Os Sete Samurais, 1954

direção: Akira Kurosawa

a face da máfia

– Mas você não é como ele. Disse que nunca seria como seu pai.

– Meu pai não é diferente de nenhum outro homem poderoso, um homem que seja responsável por outras pessoas, como um senador ou presidente.

– Como você é ingênuo.

– Por quê?

– Eles não matam pessoas.

– Quem está sendo ingênuo, Kay?

(Kay Adams e Michael Corleone, interpretação de Diane Keaton e Al Pacino)

 

O Poderoso Chefão, 1972

direção: Francis Ford Coppola

a revolução não é um convite para jantar

“Onde existe revolução, existe confusão. E quando existe confusão, um homem que sabe o que quer tem uma boa chance de chegar a seu objetivo”

(John Mallory, interpretação de James Coburn)

 

Quando Explode a Vingança, 1971

direção: Sergio Leone