Arquivo da categoria: …do amor

percepção da verdade

– Léa, talvez possamos recomeçar a nossa vida.

– Só temos 10 anos.

– Sim, ainda não é tarde.

(Léon e Léa, interpretação de Antoine L’Écuyer  e Catherine Faucher)

.

Não sou eu, eu juro!, 2008

direção: Philippe Falardeau

Anúncios

como se eu fosse de lá

– Desse jeito, Karina, eu tou me sentindo um pouquinho desprezado.

– Desprezo é quando a importância da pessoa escapole do pensamento da gente por conta própria, Antônio. Eu tou tangendo tua presença da minha cabeça pra dar cabimento a outras coisas.

(Antônio e Karina, interpretação de Gustavo Falcão e Mariana Ximenes)

.

A Máquina, 2006

direção: João Falcão

coração que luta

– Qual a qualidade mais importante que um revolucionário deve ter?

– O amor.

– Amor?

– Amor pela humanidade, pela justiça e pela verdade.

(Lisa Howard e Che Guevara, interpretação de Julia Ormand e Benicio Del Toro)

.

Che, 2008

direção: Steven Soderbergh

amanhã, outro sonho

– Por dezoito anos, eu tenho olhado pela janela sonhando com o que eu iria sentir quando aquelas lanternas subissem no céu. E se não for tudo isso que sonhei?

Vai ser.

-E se for? O que eu faço depois?

-Bom, essa é a melhor parte, eu acho. Você terá que achar um novo sonho.

(Rapunzel e Flynn Rider, vozes de Mandy Moore e Zachary Levi)

.

Enrolados, 2010

direção: Nathan Greno e Byron Howard

decisão a dois

– Estou com medo de decidir.

– Eu não tenho medo de qualquer que seja a escolha, mas eu quero apenas que isso seja algo que a gente faça, e não algo que a gente não faça.

– O que “isso” significa?

– “Isso” significa o que quer que a gente decida.

(Kate e Bobby, interpretação de Lynn Collins e Joseph Gordon-Levitt)

.

Incerteza, 2009

direção: Scott McGehee e David Siegel

construção do passado

– Joely? E se você ficar dessa vez?

– Eu fui embora. Não existem mais lembranças.

– Volte e se despeça de mim pelo menos. Podemos fingir que tivemos uma despedida.

(Clementine e Joel, interpretação de Kate Winslet e Jim Carrey)

.

Brilho eterno de uma mente sem lembranças, 2004

direção: Michel Gondry

amar não é verbo

– Você sabe que eu te amo, Coraline.

– Você tem um jeito engraçado de demonstrar isso.

(vozes de Teri Hatcher e Dakota Fanning)

.

Coraline e o Mundo Secreto, 2009

direção: Henry Salick