Arquivo da categoria: …da felicidade

no escuro

breathless

– Não sei se sou infeliz porque não sou livre, ou se não sou livre porque sou infeliz.

(Patricia Franchini, interpretação de Jean Seberg)

.

Acossado, 1960

direção: Jean-Luc Godard

acaso previsto

– Ontem, eu sonhei… sonhei com você. Você tinha uns quarenta ou cinquenta anos e era feliz.

– Seus sonhos se realizam?

– Há anos eu não sonhava com algo bom.

(O Juíz e Valentine, interpretação de Jean-Louis Trintignant e Irène Jacob)

.

A Fraternidade é Vermelha, 1994

direção: Krzystof Kieslowski

ausência de cores a colorir

“A felicidade nem sempre é o melhor caminho pra ser feliz”

(Judith, interpretação de Catherine O’Hara)

.

Onde vivem os monstros, 2009

direção: Spike Jonze

luminescência

*Sugestão de Lívia Rimolo

“O que as estrelas fazem? Elas brilham.”

(Yvaine, interpretação de Claire Danes)

.

Stardust, 2007

direção: Matthew Vaughn

uni-dune-tê

“Pense bem na escolhas que você fizer. É você quem terá que conviver com elas”

(Renée Dwyer, interpretação de Sarah Clarke)

.

Eclipse, 2010

direção: David Slade

dentes fortes e saudáveis

– Eu queria perguntar algo a você porque você é um médico. Às vezes, eu não gosto de mim próprio. Você pode me ajudar?

– Barry, eu sou um dentista. Que tipo de ajuda você acha que eu posso te dar?

(Barry Egan e Walter, interpretação de Adam Sandler e Robert Smigel)

 

Embriagado de Amor, 2002

direção: Paul Thomas Anderson

quando o dedo aponta o céu…

“Gosto de observar na escuridão as caras dos outros espectadores. E de notar o pequeno pormenor que mais ninquém verá. Mas odeio nos antigos filmes americanos que os condutores não olhem para a estrada”

(Amélie Poulain, interpretação de Audrey Tatou)

 

O Fabuloso Destino de Amélie Poulain, 2001

direção: Jean-Pierre Jeunet