Arquivo da categoria: …da amizade

acaso previsto

– Ontem, eu sonhei… sonhei com você. Você tinha uns quarenta ou cinquenta anos e era feliz.

– Seus sonhos se realizam?

– Há anos eu não sonhava com algo bom.

(O Juíz e Valentine, interpretação de Jean-Louis Trintignant e Irène Jacob)

.

A Fraternidade é Vermelha, 1994

direção: Krzystof Kieslowski

o dever me chama

– Boa tarde, o senhor precisa de algum tipo de ajuda?

– Não.

– Eu podia ajudar o senhor a atravessar a rua.

– Não.

– Então, poderia ser o seu quintal?

– Não.

– Então, poderia ser o seu porão?

– Não.

– Eu tenho que ajudar o senhor a atravessar alguma coisa!

(Russel e Carl Fredricksen , vozes de Jordan Nagai e Edward Asner)

 

Up – Altas Aventuras, 2009

direção: Pete Docter

troca de gentilezas

– Você ainda está com os meus óculos?

– Não. Eu os troquei.

– Você os trocou?

– Você ainda tem algum fumo?

– Não, eu o troquei.

– Pelo quê?

– Não vou dizer.

– Mentiroso.

– Ladrão.

(William Blake e Ninguém, interpretação de Johnny Depp e Gary Farmer)

 

Dead Man, 1995

direção: Jim Jarmusch

entre irmãos

– Tudo bem, Jake. O que você quer que eu faça?

– Sinceramente? Você é meu irmão. Quero que confie em mim.

(Wilhelm e Jacob Grimm, interpretação de Matt Damon e Heath Ledger)

.

Irmãos Grimm, 2005

direção: Terry Gilliam

és responsável por aquilo que cativas

– Minha vida é monótona. Eu caço as galinhas e os homens me caçam. Todas as galinhas se parecem e todos os homens também. E isso me incomoda um pouco. Mas se tu me cativas, minha vida será como cheia de sol. Conhecerei um barulho de passos que será diferente dos outros. Os outros passos me fazem entrar debaixo da terra. Os teus me chamarão para fora da toca, como se fosse música. E depois, olha! Vês, lá longe, os campos de trigo? Eu não como pão. O trigo para mim não vale nada. Os campos de trigo não me lembram coisa alguma. E isso é triste! Mas tu tens cabelos dourados. Então será maravilhoso quando me tiveres cativado. O trigo, que é dourado, fará com que eu me lembre de ti. E eu amarei o barulho do vento no trigo… Por favor… Cativa-me!

– Eu até gostaria, mas não tenho muito tempo. Tenho amigos a descobrir e muitas coisas a conhecer.

– A gente só conhece bem as coisas que cativou. Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma. Compram tudo já pronto nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm mais amigos. Se tu queres um amigo, cativa-me!

– O que é preciso fazer?

– É preciso ser paciente. Tu te sentarás primeiro um pouco longe de mim, assim, ne relva. Eu te olharei com o canto do olho e tu não dirás nada. A linguagem é uma fonte de mal-entedidos. Mas, cada dia, te sentarás um pouco mais perto…

(A Raposa e o Pequeno Príncipe, interpretação de Gene Wilder e Steven Warner)

|.

O Pequeno Príncipe, 1974

direção: Stanley Donen

esforço e recompensa

* Sugestão de Mariano Barreto Ramírez

– Eu acho que eu gosto de você.

– Você quer dizer como amigo?

– Não… Gosto de verdade. Porque você é, tipo, a pessoa mais legal que eu já conheci, e você nem precisa se esforçar pra ser assim, entende…

– Eu me esforço bastante, na verdade.

(Juno e Paulie Bleeker, interpretação de Ellen Page e Michael Cera)

.

Juno, 2007

direção: Jason Reitman

quantas pessoas, hein?

“Um cachorro não precisa de carros bacanas, casas enormes ou roupas de marca. Pra ele, um potinho com água já está de bom tamanho. Um cachorro não liga se você é rico ou pobre, inteligente ou burro, esperto ou babaca. Dê o seu coração pra ele e ele lhe dará o seu. Quantas pessoas que você conhece são assim? Quantas pessoas conseguem fazer com que você se sinta único, puro e especial? Quantas pessoas fazem com que você se sinta extraordinário?”

(John Grogan, interpretação de Owen Wilson)

.

Marley & Eu, 2008

direção: David Frankel