vômitos da experiência

Imagem

“A gente sempre pensa que é um super-homem, que faz tudo, que pode tudo, que resolve tudo. Até o dia em que você leva um pé na bunda e aí a gente se sente perdido, fragilizado, confuso. Você não consegue ser determinado. Solitário, individual. Não consegue nem mesmo terminar um relatório de viagem. Não consegue se envolver. Você se paralisa. É isso que eu sentia. Paralisia múltipla. Por isso fiz essa viagem, pra me mover, pra voltar a caminhar. Voltar a comer o sanduíche de filé. Voltar a andar de moto. Voltar a ver o Fortaleza ganhar. Pra voltar a ir a praia no domingo. Pra voltar a viver.”

(geólogo, interpretação de Irandhir Santos)

.

Viajo porque preciso, volto porque te amo, 2009

direção: Marcelo Gomes e Karim Aïnouz

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s